Portal do Governo Brasileiro

O que é o TELELAB?

O TELELAB é um programa de educação continuada, do Ministério da Saúde, que disponibiliza CURSOS GRATUITOS, cujo público alvo são os profissionais da área de Saúde.

Certificação

Nossos cursos são certificados pela Universidade Federal de Santa Catarina. Clique aqui para saber mais sobre o processo de certificação.

Área do Aluno

Terça, 12 Setembro 2017

Plano de Enfrentamento das Hepatites na região norte

Avalie este item
(0 votos)

A audiência pública para expor o projeto está agendada para 19 de setembro, às 16h, no plenário 7 da Câmara.


O “Plano de Enfrentamento das Hepatites na Região Norte do Brasil” passará por consulta pública na Câmara. Será uma oportunidade para que os Deputados Federais e o público em geral conheçam o plano, seus objetivos, metas e estratégias. O evento será transmitido também pela TV Câmara.

O presidente da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), deputado federal Hiran Gonçalves (PP) atendeu ao pedido de agendamento da Diretora do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV), Adele Benzaken, em reunião realizada na quinta-feira (31). O evento será realizado em conjunto com a CSSF e pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, para debater o plano proposto.

O projeto, denominado “Plano de Enfrentamento das Hepatites na Região Norte do Brasil”, consiste em estratégias direcionadas para a vigilância epidemiológica, prevenção, assistência e articulação com a sociedade civil, além de forte empenho em comunicação, para levar informações à população.

O plano pretende mapear a oferta de serviços de saúde para prevenção, diagnóstico e tratamento; identificar o itinerário terapêutico para ações efetivas; e incrementar ações para a vigilância epidemiológica das hepatites B, C e D; Incentivar a ampliação da cobertura vacinal e estimular ações para reduzir a transmissão vertical da hepatite B é outro item relevante das ações que estão sendo planejadas.

Estão convidados a participar desta audiência pública o Presidente da Frente Parlamentar Mista de Combate às Hepatites Virais, Deputado Marcos Reátegui (PSD-AP), e Sidney Raimundo Silva Chalub, médico da Fundação Hospital Adriano Jorge, Manaus (AM).

Adele Benzaken, ao final da reunião, convidou o deputado Hiran Gonçalves para participar do 11º Congresso de HIV/Aids e 4ºCongresso de Hepatites Virais, que tem como tema “Prevenção Combinada: multiplicando escolhas”, que vai ocorrer em Curitiba, de 26 a 29 de setembro.  O deputado foi convidado também para o World Hepatitis Summit 2017 (link is external), que será realizado em São Paulo, de 1 a 3 de novembro.

O BRASIL COMO PROTAGONISTA

Em 2010, na 63ª Assembleia Mundial de Saúde, o Brasil liderou a primeira resolução sobre hepatites virais da história que estabeleceu o Dia Mundial das Hepatites, que é celebrado anualmente em 28 de julho.

Em 2014, na 67ª Assembleia Mundial de Saúde, o Brasil patrocinou uma nova resolução da OMS que exortou governos a desenvolver e implementar estratégias coordenadas e multissetoriais para a prevenção, diagnóstico e tratamento da hepatite viral.

O Brasil sediou e copatrocinou, em 2015, a Consulta Regional Latino-Americana e do Caribe sobre Estratégias Globais na área da saúde para HIV, DST e Hepatites Virais, em conjunto com a OMS e OPAS.

O Brasil aumentou o número de pessoas elegíveis para vacinação gratuita no SUS contra a hepatite B, para acesso universal e gratuito em 2016. Até 2013 era somente para pessoas com até 49 anos de idade.

Mais informações sobre o congresso podem ser consultadas aqui: http://189.28.129.138/pt-br

Fonte: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/plano-de-enfrentamento-das-hepatites-na-regiao-norte