Portal do Governo Brasileiro

O que é o TELELAB?

O TELELAB é um programa de educação continuada, do Ministério da Saúde, que disponibiliza CURSOS GRATUITOS, cujo público alvo são os profissionais da área de Saúde.

Certificação

Nossos cursos são certificados pela Universidade Federal de Santa Catarina. Clique aqui para saber mais sobre o processo de certificação.

Área do Aluno

Terça, 26 Setembro 2017

HIV/Aids e Hepatites Virais em debate no HepAids 2017

Avalie este item
(0 votos)

Prevenção Combinada é tema do Congresso entre 26 e 29 de setembro, em Curitiba

HIV/Aids e Hepatites Virais em debate no HepAids 2017Com o tema Prevenção Combinada, Curitiba recebe de 26 a 29 de setembro o 11º Congresso de HIV/Aids e o 4º Congresso de Hepatites Virais (HepAids 2017), no Expo Unimed Curitiba. A expectativa é de que participem cerca de 4 mil pessoas entre ativistas, cientistas, gestores e profissionais de saúde de todo o Brasil, além dos especialistas internacionais, confirmados. Os dois congressos são organizados pelo Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV e das Hepatites (DIAHV) da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde.

A Prevenção Combinada representa estratégias oferecidas em relação as intervenções biomédicas, comportamentais e estruturais, tendo como como foco as populações-chaves e prioritárias.

Na entrada central do pavilhão de eventos ficará a área dos e-pôsteres. Local que abrigará 50 totens com telas digitais onde serão apresentados os pôsteres selecionados para apresentação nos Congressos.

Programação –Durante a solenidade de abertura do Congresso, na terça-feira (26), a partir das 18h, no Teatro Positivo – ao lado do centro de convenções -, será conhecido o trabalho vencedor do 1º Concurso Cultural para Seleção da Nova Arte para Embalagem da Camisinha Masculina, que vai escolher a identidade visual dos preservativos masculinos. Está prevista na solenidade de abertura, a presença do Governador do Paraná, Beto Richa; e do Prefeito de Curitiba, Rafael Greca, além de autoridades do Ministério da Saúde, representantes do movimento social e da política.

Logo após a solenidade oficial de abertura, o cantor e artista curitibanoZé Rodrigono show“Rock`n Roll Celebration”promete sacudir os participantes com o espetáculo com muita música dançante.  

Além da extensa programação científica do Congresso, haverá outras atividades dentro da programação oficial, como o lançamento dos novos protocolos clínicos para tratamento do HIV, além de publicações e campanhas.

Conheça a programação completa do Congresso acessando:http://189.28.129.138/(link is external)

Abaixo destaque das principais atividades.

Na quarta-feira (27), serão lançados os novos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas, a partir das 12h, no Espaço Comunicação. Durante o evento também serão lançadas as coletâneas “HIV/Aids na Atenção Básica: Material para Profissionais de Saúde e Gestores” e o “Sumário Executivo da Prevenção Combinada”. No mesmo dia, será apresentada a Campanha de Transmissão Vertical HIV/Sífilis, com importância na participação do homem na prevenção da sífilis e no pré-natal.

Na quinta-feira (28),aBanda Mais Bonita da Cidadese apresenta na sala Curitiba as 18h e vai mostrar um repertório para alegrar e integrar os congressistas ainda mais na última noite do congresso. A apresentação da banda é um oferecimento daAids Healthcare Foundation(AHF) Brasil, organização não-governamental americana, presente no país desde 2013, onde tem atuado para a ampliação do diagnóstico para as populações mais vulneráveis à infecção pelo HIV.

Na sexta-feira (29),serão entregues as solicitações dos municípios interessados em participar da “Certificação da Eliminação da Transmissão Vertical (TV) do HIV”. Podem concorrer cidades com mais de 100 mil habitantes que cumprirem os indicadores e as metas estabelecidos para eliminar a TV do HIV, conforme as diretrizes da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os certificados serão emitidos durante o Dia Mundial de Luta contra o HIV/Aids, em 1º de dezembro.

Atividades paralelas– O HepAids 2017 terá espaços para troca de informações e apresentação de ações desenvolvidas pela sociedade civil. Uma delas é a Vila Social, espaço que abrigará 18 boxes que irão acomodar redes e movimentos sociais ligados ao enfrentamento do HIV/aids e hepatites virais. No centro da Vila Social ficará o palco Paulo Freire, espaço de intervenções, apresentações culturais e shows.

Outro local é o Espaço da Comunicação, dedicado à discussão de ideias e apresentação de iniciativas de comunicação ligadas à temática do HIV/aids e hepatites virais. O espaço contará com roda de conversas, intervenções culturais, exibição de vídeos e lançamentos de publicações.

Já na exposição ‘Tô Dentro’, os visitantes irão percorrer cinco estações interativas com diferente abordagens sobre HIV, infecções sexualmente transmissíveis, prevenção, gerenciamento de risco, estigma e preconceito.  A exposição é uma realização do Programa de DST/Aids da Secretária de Saúde de Viamão (RS).

Também haverá sete estandes de instituições e parceiros do evento, incluindo o do Ministério da Saúde, da Secretária Estadual de Saúde do Paraná, da Secretária Municipal de Saúde de Curitiba, Sistema ONU, Semina Farmacêutica e Espaço Zen de práticas integrativas.

E para marcar o Hepaids 2017, foram instalados dois laços vermelhos gigantes, um na entrada do Jardim Botânico e o outro no Mercado Central de Curitiba. Os laços representam a luta contra a aids e a solidariedade para com todas as pessoas que vivem com HIV.

Serviço

11º Congresso de HIV/Aids e 4º Congresso de Hepatites Virais – HepAids 2017

De 26 a 29 de setembro

Expo Unimed

Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido – Curitiba (PR)

http://189.28.129.138

 

Fonte: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/hivaids-e-hepatites-virais-em-debate-no-hepaids-2017