Portal do Governo Brasileiro

O que é o TELELAB?

O TELELAB é um programa de educação continuada, do Ministério da Saúde, que disponibiliza CURSOS GRATUITOS, cujo público alvo são os profissionais da área de Saúde.

Certificação

Nossos cursos são certificados pela Universidade Federal de Santa Catarina. Clique aqui para saber mais sobre o processo de certificação.

Área do Aluno

Quinta, 08 Março 2018

Diretoria da Anaids apresenta cinco novos membros da Coordenação Executiva

Avalie este item
(0 votos)

Entidade e DIAHV debateram as perspectivas para ações conjuntas em 2018

A Articulação Nacional de Aids (Anaids) apresentou, em reunião realizada em 23 de fevereiro, em São Paulo, os cinco novos membros da coordenação executiva da entidade para o biênio 2018/2019. Carla Diana, Carla Patrícia Almeida, Fábio Dayan Batista, Marcio Aurélio e Maria Georgina Machado dos Santos foram escolhidos em eleição realizada durante o XIX Encontro Nacional de ONGS, Redes e Movimentos de luta contra a Aids – ENONG 2017, em novembro de 2017, em Natal.

A nova direção pactuou que a articulação com Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV) continuará na mesma linha da gestão anterior, pautada no diálogo, no respeito e na valorização da participação da sociedade civil.

A perspectiva da sustentabilidade política e financeira à política de prevenção, assistência e tratamento do HIV/Aids e outras IST também foi tema da reunião. A diretora do DIAHV, Adele Benzaken, destacou o aumento do orçamento do Departamento para 2018 de 1,5 para 1,7 bilhão. Em relação à participação da sociedade civil nos grupos de trabalhos foi ressaltada a atuação dos seus representantes nos Grupos de Trabalho (GT), a exemplo do GT de Profilaxia Pré-Exposição (Prep) e de Prevenção.

No campo do financiamento, os novos dirigentes mostraram preocupação com o impacto que a nova modalidade de transferências de recursos do SUS terá nas ações de prevenção, assistência e tratamento do HIV/aids nos estados e municípios. Adele Benzaken explicou que, em 2018, a modalidade atual de financiamento se manterá. A ANAIDS se propôs a incidir junto ao Conselho Nacional de Saúde (CNS) debates sobre o tema onde possam ser colocadas dúvidas e apreensões sobre essa nova modalidade de financiamento.

Outro ponto debatido foi a preocupação com a assistência e tratamento dos migrantes venezuelanos que vivem com HIV que chegam ao Brasil. A diretora do DIAHV lembrou que, desde 15 de fevereiro, vigora a Nota Informativa nº 3/2018 (DIAHV/SVS/MS) a qual reúne recomendações sobre o atendimento e o fornecimento de antirretrovirais (ARV) a pessoas estrangeiras vivendo com HIV no Brasil (disponível aqui) e que, naquele momento, as consultoras do DIAHV Mauritania Pereira e Fernanda Rick estavam em missão no estado de Roraima para verificarin loco  os apoios técnicos necessários, principalmente no que tange a capacitação de profissionais de saúde.

Ainda em relação a medicamentos para o tratamento do HIV/aids, a diretora Adele Benzaken destacou toda a negociação com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) para a aquisição do 3x1, cuja última remessa num total de 90 toneladas do medicamento acabara de chegar ao país e que, no caso de eventual desabastecimento deste, já existe nota enviada para todas as UDM para a substituição do 3 em 1 pelo 2 em 1 mais o efavirenz, temporariamente e sem nenhum prejuízo aos pacientes e principalmente sem fracionamento.

Por fim, os representantes do DIAHV que participaram da reunião reiteraram o canal aberto de diálogo do departamento com a sociedade civil, reforçando a importância da participação social para construção da resposta brasileira ao HIV/aids.

Sobre a Anaids- A Articulação Nacional de Aids - ANAIDS é uma rede que, desde 2013, reúne representações dos Fóruns Estaduais de ONG/AIDS, Redes e Movimentos de Pessoas Vivendo com HIV/Aids, democraticamente eleitos em fóruns locais e encontros regionais. De dois em dois anos, o movimento social de luta contra a aids realiza um encontro nacional para debater as políticas de prevenção, atenção e tratamento das IST, Aids e Hepatites Virais e eleger os novos coordenadores.

Fonte: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/diretoria-da-anaids-apresenta-cinco-novos-membros-da-coordenacao-executiva