Portal do Governo Brasileiro

O que é o TELELAB?

O TELELAB é um programa de educação continuada, do Ministério da Saúde, que disponibiliza CURSOS GRATUITOS, cujo público alvo são os profissionais da área de Saúde.

Certificação

Nossos cursos são certificados pela Universidade Federal de Santa Catarina. Clique aqui para saber mais sobre o processo de certificação.

Área do Aluno

Quarta, 04 Abril 2018

Lancet HIV destaca os resultados do PrEP Brasil

Avalie este item
(0 votos)

Por: Juana Portugal (INI/Fiocruz)

O PrEP Brasil, estudo de demonstração do uso da Profilaxia Pré Exposição ao HIV (PrEP), coordenado pela pesquisadora Beatriz Grinsztejn, Chefe do Laboratório de Pesquisa Clínica em DST e AIDS do Instituto Nacional de Infectologia (INI/Fiocruz), foi tema de editorial e artigo publicados em fevereiro em um dos mais prestigiosos periódicos científicos internacionais, o Lancet HIV. O editorial¡PrEP Ya! Latin America wants PrEP, and Brazil leads the way, assinado por Jerome Galea (Harvard), Ricardo Baruch (Instituto Nacional de Salud Pública/México) e Brandon Brown (Universidade da Califórnia), destaca o impacto do estudo, marco na trajetória pioneira e bem sucedida do Brasil no tratamento e prevenção do HIV na América Latina. Os resultados são apresentados em detalhe no artigoRetention, engagement, and adherence to pre-exposure prophylaxis for men who have sex with men and transgender women in PrEP Brasil: 48 week results of a demonstration study, assinado por Beatriz e pelos integrantes da equipe que participou do projeto.

OPrEP Brasilacompanhou 450 voluntários, durante 48 semanas, e teve como foco homens que fazem sexo com homens, travestis e mulheres transexuais em situação de vulnerabilidade ao HIV. Os participantes receberam um comprimido por dia de emtricitabina+ tenofovir, distribuído nas condições cotidianas do Sistema Único de Saúde (SUS), e foram acompanhados para avaliação da adesão ao tratamento, tendências do comportamento sexual, incidência do HIV, doenças sexualmente transmissíveis e uso de drogas. Ao final deste período ficou demonstrada a efetividade dessa estratégia de prevenção no contexto do SUS, destacando-se a boa adesão por parte dos voluntários. Os resultados do PrEP Brasil contribuíram significativamente para a incorporação de PrEP como uma política pública no SUS.

No editorial fica registrada a esperança de que o PrEP Brasil seja um divisor de águas na região e inspire os demais países a incorporarem essa estratégia de prevenção para as populações mais vulneráveis a adquirirem o HIV. Atualmente três países da América Latina e Caribe estão implantando estudos demonstração e outros sete estão na fase de planejamento.

A PrEP
Cartilha com a frase um comprimido pode prevenir o HIV Aids
A Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) ao vírus da imunodficiência humana (HIV) é uma estratégia de prevenção que consiste no uso diário de um medicamento antirretroviral por pessoas não infectadas pelo HIV. Seu uso correto reduz em mais de 90% o risco de aquisição da infecção. O Brasil é pioneiro na América Latina e Caribe ao adotar a PrEP como política pública.

A partir de 2018 a estratégia é objeto de um novo estudo que acompanha a implementação da PrEP no Brasil e o desenvolvimento de estudos demonstração no México e no Peru, o ImPrEP. Financiado pela UNITAID e apoiado pela Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec) da Fiocruz, oProjeto para Implementação da Profilaxia Pré-exposição ao HIV no Brasil, no México e no Peru(ImPrEP) terá duração de três anos, beneficiando 7.500 homens que fazem sexo com homens, travestis e mulheres transexuais e será realizado por um consórcio constituído por centros de pesquisa e Ministérios da Saúde dos três países participantes. Além de ampliar o acesso à PreP, o projeto propiciará também a ampliação do diagnóstico da infecção pelo HIV, Hepatites B e C, Sífilis, HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis e fornecerá informações para aperfeiçoar a implementação da PrEP como política pública.

The Lancet

Fundado em 1823 pelo médico inglês Thomas Wakley (1795 - 1862), o periódico científicoThe Lancetcomeçou como um jornal internacional independente sobre medicina em geral. Criado com o objetivo de tornar a ciência acessível, a publicação cresceu ao longo do tempo e se transformou em uma família de periódicos que abrange os seguintes temas: Saúde Infantil e Adolescente, Diabetes e Endocrinologia, Gastroenterologia e Hepatologia, Saúde Global, Hematologia, HIV, Doenças Infecciosas, Neurologia, Oncologia, Saúde Planetária, Psiquiatria, Saúde Pública e Medicina Respiratória.

Fonte: https://portal.fiocruz.br/noticia/lancet-hiv-destaca-os-resultados-do-prep-brasil