Portal do Governo Brasileiro

O que é o TELELAB?

O TELELAB é um programa de educação continuada, do Ministério da Saúde, que disponibiliza CURSOS GRATUITOS, cujo público alvo são os profissionais da área de Saúde.

Certificação

Nossos cursos são certificados pela Universidade Federal de Santa Catarina. Clique aqui para saber mais sobre o processo de certificação.

Área do Aluno

Quinta, 11 Outubro 2018 13:44

Municípios brasileiros podem receber verbas para programas de ações em saúde sexual e reprodutiva

Avalie este item
(0 votos)

Propostas devem apresentar diagnóstico prévio do município sobre serviços em saúde sexual e saúde reprodutiva

04.10.2018 - 13:02
05.10.2018 - 16:49

[node:title]Os municípios brasileiros, por meio de suas secretarias de saúde, têm até 21 de outubro para enviar propostas para o programa "Agenda Mais Acesso, Cuidado, Informação e Respeito à Saúde das Mulheres”. De acordo com a Chamada Pública Nº 1, de 19 de setembro, as propostas devem ampliar e fortalecer a atenção à saúde sexual e saúde reprodutiva das mulheres, com ou sem deficiência, em todos os ciclos de vida, além da inclusão de ações estratégicas que envolvam homens na sua trajetória reprodutiva e sexual para a promoção da saúde e redução de agravos.

Nas propostas devem constar diagnóstico prévio sobre serviços em saúde sexual e saúde reprodutiva no município, considerando aspectos como oferta de métodos contraceptivos, inclusive o DIU; número de consulta pré-natal do parceiro; teste de gravidez e teste rápido para HIV e sífilis; cobertura vacinal de HPV e hepatite B em adolescentes, ações educativas no âmbito da saúde sexual considerando a singularidade e diversidade de adolescentes, mulheres, homens, pessoas idosas e pessoas com deficiência.

O valor a ser repassado seguirá o porte de cada município, de acordo com sua população. Para cidades com até 100 mil habitantes, serão destinados R$ 100 mil; entre 100 mil e 500 mil habitantes, R$ 150 mil; a partir de 501 mil habitantes, R$ 250 mil.

O número de propostas contempladas será proporcional ao recurso orçamentário objeto da Portaria 2234/2018. As propostas deverão ser cadastradas no Sistema de Apoio a Implementação de Políticas de Saúde (SAIPS), disponível em   http://saips.saude.gov.br/autenticacao.  

O resultado será divulgado na página do Ministério da Saúde seguindo cronograma detalhado no edital, disponível em Edital de Chamamento Público n° 1 - Agenda Mais Acesso.

 

Fonte: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/municipios-brasileiros-podem-receber-verbas-para-programas-de-acoes-em-saude-sexual-e