Portal do Governo Brasileiro

O que é o TELELAB?

O TELELAB é um programa de educação continuada, do Ministério da Saúde, que disponibiliza CURSOS GRATUITOS, cujo público alvo são os profissionais da área de Saúde.

Certificação

Nossos cursos são certificados pela Universidade Federal de Santa Catarina. Clique aqui para saber mais sobre o processo de certificação.

Área do Aluno

Sexta, 21 Dezembro 2018 12:52

Reunião institui comissão assessora para o manejo do HTLV

Avalie este item
(0 votos)

DIAHV debate com especialistas da comissão a possibilidade de criação de um Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para o agravo

O Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV) do Ministério da Saúde, recebeu nesta quinta-feira (29/11), a Comissão Assessora para o Manejo da Infecção pelo vírus T-linfotrópico humano (HTLV). O intuito é formular políticas públicas para o manejo da infecção pelo HTLV. A Comissão é composta por representantes de sociedades científicas, da sociedade civil e por experts com notório conhecimento do tema, além de técnicos do DIAHV.

“Nosso intuito aqui é demonstrar a todos vocês, membros da comissão, qual o processo de incorporação de um protocolo junto à Comissão Nacional De Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC). Para isto é importante que tenhamos a expertise de todos para a construção de uma diretriz ao combate do HTLV, seja reformulando os protocolos atuais ou incluindo um PCDT para tratar especificamente”, afirma Adele Benzaken, diretora do DIAHV.

Durante o encontro, os especialistas puderam avaliar vários pontos já incorporados ao SUS, de exames que detectam o vírus HTLV-1 para pacientes com leucemia, além de sugestões para o rastreio da doença no pré-natal e outras recomendações que devem ser baseados em evidência científica e considerar critérios de eficácia, segurança, efetividade e custo-efetividade das tecnologias recomendadas pela CONITEC.

Sobre o HTLV -A Infecção causada pelo vírus T-linfotrópico humano (HTLV)  atinge as células de defesa do organismo, os linfócitos T. O HTLV foi o primeiro retrovírus humano isolado (no início da década de 1980) e é classificado em dois grupos: HTLV-I e HTLV-II.

A transmissão do HTLV ocorre por via sexual em relações desprotegias (sem camisinha), pelo compartilhamento de seringas e agulhas, e da mãe para o recém-nascido (Transmissão Vertical), principalmente pelo aleitamento materno.

A maioria das pessoas infectadas pelo HTLV não apresentam sinais e sintomas durante toda a vida. O tratamento é direcionado de acordo com a doença relacionada ao HTLV. A pessoa deverá ser acompanhada nos serviços de saúde do SUS e, quando necessário, receber seguimento em serviços especializados para diagnóstico e tratamento precoce de doenças associadas ao HTLV.

Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV

 

Fonte: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/reuniao-institui-comissao-assessora-para-o-manejo-da-htlv